Arquivos

Arquivo por Autor

Labutorium Recompensatorium

12 de setembro de 2009 10 comentários

“O trabalho enobrece a alma.”
Autor desconhecido, provavelmente um desocupado desgraçado que nem sabia o que era trabalhar!!!! FDP

Visão da massa proletária em polvorosa pela descoberta de um método fácil para que possam ser promovidos a trabalhadores compulsórios e ganhar R$0,13 por dia além de contar com a diminuição da despesa (de sola de sapato) pela diminuição da distância de 15 para 14,7 km de suas residências.

Visão da massa proletária em polvorosa ao ler este post e constatar que proletariados escravos podem ser promovidos a trabalhadores compulsórios, reduzir a jornada de trabalho forçado de 20 h para 19 h ganhar R$0,13 por semana além de contar com a diminuição da despesa de sola de sapato de transporte pela diminuição da distância do local de trabalho de 15 km para 14,7 km de sua favela comunidade habitacional.

Estou de volta do inferno minha galëreeenha do inferno, também mal. Os que achavam que eu nunca mais eu iria postar acabaram de morrer muwahahahaha. Isso é só um aviso pra quem duvida de mim, ok? Bem vamos ao que interessa. Este post vai hoje a você, caro trabalhador proletário marxista, bóia-fria, POBRE, que adora reclamar do trabalho mas não faz nada que se sente injustiçado por não lhe pagarem o suficiente por suas suadas e fedidas horinhas de trabalho. Após receber um milhares de comentários e e-mails sobre o assunto decidi, muy piedosamente, atender a vós proletários do mundo trabalhadores de meio período preguiçosos explorados de todo o Brasil (sil sil sil). Irei apresentar duas formas, até fáceis, de ser promovido et de se dar bem com o desgraçado que manda em você e só fica pagando pau chefinho. So, let’s go to HELL!!!

Macumba de promoção (de cargo, sua jamanta!)

Materiais necessários:
- Uma árvore com pelo menos sete galhos, um acima do outro; (só não encontra quem mora no deserto sertão nordestino e escolha uma que fique mais escondida)
- Uma faca de ponta fina; (pra riscar a árvore)
- Um envelope ou papel timbrado de sua firma; (roube um da mesa da secretária)
- Ferramenta para abrir um buraco no chão; (uma pá talvez…)

Procedimentos:

Este empresário do ramo de produtos eletrônicos é um dos grandes beneficiários desta macumba. Ele conseguiu atingir o posto de CEO da Microsoft desmatando uma área equivalente à Mata Atlântica, apenas escrevendo seu nome nas arvorezinhas. Bill Gates.

Este empresário do ramo de produtos eletrônicos é um dos grandes beneficiários desta macumba. Ele conseguiu atingir o posto de CEO da Microsoft desmatando uma área equivalente à Mata Atlântica, apenas escrevendo seu nome nas arvorezinhas. Bill Gates. O pacto com o demônio não conta como parte da macumba.

Em uma noite de segunda, durante a lua nova, , vá até a árvore e risque seu nome no galho de baixo seu vândalo, tadeeenha da árvorizeeenha, usando a faca. Faça isso sempre antes do solzinho nascer já que você tem que levantar cedo mesmo pra pegar 500 ônibus e 3 cipós até o seu trabalho, quem manda morar longe. Guarde a faca de ponta para baixo num local em sua casa acima de sua cabeça. (Não me pergunte como, mas se você for um anão de jardim/pintor de rodapé, escalador de pé de alface/etc. de estatura mais baixa ou mediana será mais fácil encontrar o local apropriado). Depois, nos dias seguintes, até completar sete dias (contando com o que você já foi, óbvio) retorne à mesma ávore e continue esfolando-a e destruindo sua ‘maravilhosa’ casca, que dó fazendo as marcações em cada galho, sempre riscando no galho de cima do anterior. Ao final dos sete dias que você devastou a flora nativa riscou seu nome na árvore pegue a faqueeeenha e coloque-a dentro do envelope ou involva-a no papel timbrado e cave um buraquinho no pé da árvore não é pra erodir o solo e criar uma vala no chão parecendo que saiu um demônio de dentro do buraco e enterre a faca com a ponta virada para cima. Em pouquíssimos dias, você será promovido sem muito esforço.

—//—

Macumba de bom relacionemento com o chefe

Materiais:
- Uma foto sua, de corpo inteiro, se possível (não quer dizer que tem que ser aquela sua que você tá peladão, ou outra tão comprometedora, se bem que é você quem sabe)
- Uma foto de seu patrão, também de corpo inteiro (use somente para a macumba, seu fetichista gay homossexual, tarado e pervertido)
- Um metro de fita vermelha (compre na lojinha de costura do lado da sua casa)
- Uma carteira plástica transparente (aquela que você usa pra colocar o cartão do vale-transporte)

Procedimentos:
Numa sexta-feira de lua cheia, após as nove horas da noite vai perder o

Exemplar de explorador so sistema capitalisata selvagem absorto na procura frenética de lucros sem se importar com o ser humano por trás da árdua tarefa de trabalhar chefe em um de seus dias mais tranquilos em que tudo parece ir às mil maravilhas.

Exemplar de um explorador do sistema capitalisata selvagem absorto na procura frenética de lucros sem se importar com o ser humano por trás da árdua tarefa de trabalhar em um de seus dias mais tranquilos em que tudo parece ir às mil maravilhas, provavelmente ligando para o humilde funcionário para lhe dar uma 'boa' notícia.

último capítulo de Caminho das Índias , queridô, junte as duas fotografias, uma de frente para a outra (agora peço que imagine a situação se você pegasse a foto em que você está nu), amarre-as bem forte com a fita, fazendo cruz e terminando com um nó cego bem apertado. Guarde dentro da carteira plástica. De agora em diante, sempre que for ganhar um salário mínimo para o trabalho, leve a carteira plástica em seu bolso ou em sua bolsa infelizmente não dá pra levar na marmita, vai ter que compra uma calça que o não tenha o bolso furado. Deste modo seu chefeeenho querido estará sempre “em seu bolso” e você deve mentalizar o que quer pedir com a carteira na mão e depois deve falar com ele e este fará tudo que você pedir à foto. Agora, se seu carrasco chefe não for uma mala-se-alça muito inoportuno é recomendável que no sétimo dia útil do mês você leve a carteira (da macumba) no bolso da camisa agora você se f*deu meeeesmo, porque vai ter que comprar uma camisa pra trabalhar que tenha bolso o que significa que não vai poder ir com aquelas de propaganda de políticos que você usa todo dia, para que ele fique “perto de seu coração”, pois dizem que todos dessa raça merecem respeito.

Ufa! Acho que por hoje é só. Hasta luego! E voltem sempre ao terreiro. Lembrem de COMENTAR e se quiser deixe SUGESTÕES de posts ou temas que eu possa pensar em dar uma olhada se for razoável. Lembre-se que este blog é, também, feito para você, leitor infelizmente. Erros de português são culpa da reforma ortográfica.

Macumba do dia! [2]

19 de agosto de 2009 9 comentários

“A vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena”
Chaves

É isso aeh ameegueenhos post novo pra alegria geral da nação da galëreeenha do meu core coração. Depois de uma rápida pesquisa decidi colocar aqui aquilo que eu acho que todo mundo quer! Não é nada para seduzir o namorado da sua melhor amiga, nada para fazer você deixar de ser viado homossexual, nada para fazer você ganhar na Mega Sena e muito menos para você, seu burrinho, passar de ano. Essas eu trago depois. Só não garanto a respeito de sua opção sexual, já que isso nem o Capeta salva. Hoje eu levo até vocês a:

Maldição do Limão

Materiais:
- 1 (uma, analfabeto) vela preta
- 1 limão (óbvio)
-
9 Pedaços de unha (sua, não vale a do seu gato e/ou de parentes)
- Retrato da pessoa a ser amaldiçoada (tem que ter a foto mesmo, num adianta usar celular não, mas pode imprimir a foteenho do yOrkut)
- Athame (para quem é pobre e aculturado não conhece é uma espécie de punhal, quem não tiver pode usar uma faca de serra cozinha mesmo)
- Óleo de peixe (ou de cozinha, de preferência velho e usado)
- Tigela preta (ou de vidro negro, pode até ser um copo preto mesmo)

Execução:

Seu recipiente deve estar assim quando você colocar o limão. Qualquer semelhança com caipirinha ou outrosdrinks é mera coincidência, NÃO BEBA.

Seu recipiente deve estar assim quando você colocar o limão o açúcar é só pra dar um charme. Qualquer semelhança com caipirinha ou outros drinks é mera coincidência, NÃO BEBA. Resista meu caro alcoólatra porque NÃO é cachaça. Notem o chifrinho símbolo demoníaco de devoção satinista ao lado do copo.

Acenda a vela. Faça uma fissura no limão e coloque a foto da pessoa lá (agora você entende, sua anta meu caro ameego porque não podia ser o celular). Agora pegue as unhas e espete-as no limão enquanto imagina a pessoa ficando negra com uma aura escura e faça sua raiva por ela crescer, crescer a cada unha espetada. Quando espetar a última unha coloque o limão no recipiente (não você não vai fazer caipirinha com ele agora seu cachaceiro de 5ª categoria). Coloque o óleo na vasilha até que cubra metade do limão. Deixe em um canto descansando, de preferência no sol quente e escaldante, até que ele apodreça (vai feder pra cacete muito e vai ficar parecido com vomitado), com issso o mesmo acontecerá com a vida da pessoinha maldita que você escolheu. Simples assim =)

Lembre-se que não se deve amaldiçoar pessoas levianamente. Espere tirar

uma nota ruim com o Jaum Karllos* ou o Tarcyzyo*, ou até não aguentar mais a Klueza* falando “às vezes” 1,231 x 10¹² vezes durante a aula seu professor, ou com aquele que você mais odeia e NUNCA, mas NUNCA faça isso contra seus ex-namorados/amantes/ricardões (melhor ninguém ficar sabendo)/rolos/ficantes/afins/amigos/etc. pois existe forma melhor de torturá-los ;) Com isso concluí-se este pequeno post de hoje.

Post Scriptum (P.S. dãr): Gostaria de agradecer pelo “sucesso” que meu blog vem fazendo nesta ultima semana graças a divulgadores não-autorizados e gostaria que vocês soubessem que esse sucesso é de vocês (vai PLANETA!) pois é com a visita de vocês que o blog continua pra sempre, 4ever, infinitamente. Voltem sempre e COMENTEM FDPs! Byebye õ/Provavelmente farei mais um post sobre encostos, com os métodos que ficaram faltando… Erros de português são culpa da reforma ortográfica.

*Nomes fictícios para proteger a identidade destas pessoas.

Com o Encosto Atrás da Orelha

15 de agosto de 2009 7 comentários

“Niguém pode se livrar dos pecados que correm pelas veias.”
Autor Desconhecido

Haha, pra quem achava que eu não iria postar mais, aqui estou eu. Estive pensado sobre o que escrever e depois de muito delirar, habitar preâmbulos, surtar, instigar, enfim, pesquisar decidi fazer um artigo sobre:

Possessões Espirituais e Maneiras Práticas de Impedí-las

Exemplo de encosto presente no dia-a-dia das pessoas sem que elas percebam.

Exemplo de encosto presente no dia-a-dia das pessoas sem que elas percebam.

Bem creio que muitos ficaram mais esclarecidos com meu último post, portanto posso dar continuidade ao estudo dos espíritos e de seus efeitos maravilhoos devastadores para os que não compreendem a dimensão de seus poderes. Vamos primeiro à conjuração de um encosto qualquer semelhança com programas como Fala Que eu te Escuto ou aqueles outros que passam na Record é mera coincidência:

Escolha um ameegueenho(a) para testar, um(a) daqueles(as) que não ligam o que você acha deles(as), ou os(as) que te magoarão recentemente. Pegue uma foteeenho dele(a) e um prato branco. Vá até o cemitério mais próximo e pegue terra de um túmulo recém-construído. Depois acenda uma vela vermelha. Jogue a terra de cemitério em cima da foto da vítima, que deve estar sobre o prato branco e na frente da vela, ao lado do presunto túmulo, chame pelo morto e peça que ele persiga e acabe com a vida dê um

Visão dos arredores do cemitério. Outro tipo de trabalho usado para atrair encostos. Lembre-se: mantenha distância deles, ou chute-os.

Visão dos arredores do cemitério. Outro tipo de trabalho usado para atrair encostos. Lembre-se: mantenha distância deles, ou chute-os.

susto no seu ameegueenho. Não se preocupe que não irá aparecer nada pra você. Não no momento. Depois disso vá pra casa. Provavelmente já terá passado da sua hora de dormir e você tem aula na manhã seguinte, portanto não fique vadiando pelo cemitério. Visite sua vítima e veja o que aconteceu com ela. Isso se ela estiver viva. Se nada tiver acontecido ela provavelmente morrerá sentirá os efeitos na manhã seguinte, ou mais certamente você não teve coragem de terminar o ritual.

Para todos os efeitos eis aqui as soluções para fazer seu ameegueenho voltar ao normal:

Somente o sangue brasileiro desse santo é capaz de tirar tanta urucubaca e ziguezira das pessoas.

Somente o sangue brasileiro desse santo é capaz de tirar tanta urucubaca e ziguezira das pessoas.

- Método católico: Reze para ele uns 15 terços e mande celebrar uma missa por semana por 3 meses, faça conjuntamente uma novena para Frei Galvão e tome as pílulas (não as de Ecstasy nem as de Lexotan, mas as que você ganha na novena) por 9 dias (dãr). Depois imprima um milheiro de santinhos e deixe nas igrejas e não duvide dessa corrente, pois ela já salvou muitas pessoas, se você não fizer isso sua família inteira vai morrer, seu cachorrinho vai ser atropelado, seu avô que você odeia vai ficar babando em cima de você, você também será atropleado e ficará pobre;

- Método Evangélico: Encha o bolso do Edir Macedo de dinheiro Pague o dízimo

Única instituição da terra credenciada pelo próprio demônio a receber dinheiro para afastar encostos e outras entidades malignas. O jeito mais simples de fazê-lo é pagando o dízimo (100%) todas as semanas.

Única instituição da terra credenciada pelo próprio demônio a receber dinheiro para afastar encostos e outras entidades malignas. O jeito mais simples de fazê-lo é pagando o dízimo (100%) todas as semanas.

normalmente na Igreja Universal mais próxima a você e leve seu ameego para a celebração de terça-feira (a.k.a. Sessão do Descarrego). Leve também mais dinheiro para a Record o dízimo e uma camisa do seu amigo virada ao contrário e dê um nó nela, e lembre-se que seu ameeegueenho será espancado até o capeta sair curado e livrado de todas as entidades que o afligem;
- Método Espírita: Vá a uma das milhares de casas espíritas que existem em sua cidade e chame por Chico Xavier ou pelo Dr. Fritz, um deles vai te dar a solução, provavelmete será necessário enfiar 108 pregos enferrujados nas costas do seu ameegueenho;

Indecifrável. Instituição que provavelmente roubou o segredo dos encostos da IURD.

Indecifrável. Instituição que provavelmente roubou o segredo dos encostos da IURD.

- Método Maçônico: É segredo de nível Príncipe de Jerusalém. Desconhecido;
- Método da Umbanda: Pegue algumas ervas (não pode ser Cannabis sativa) e faça um charuto. Fume-o (tente não ficar doidão durante o processo) e jogue fumaça na cara de seu ameegueenho enquanto invoca as Pomba-Giras e os Pais-Pretos pra tira o macumlelê dele;

- Método do Arrependimento: Confesse a seu ameego o que fez e peça perdão antes de matá-lo para livrá-lo do sofrimento; fora de questão;
- Método Patenteado do Macumbeiro: Volte ao mesmo cemitério onde tudo começou e leve um tufo de cabelo da vítima, ache o túmulo do encosto e abra um buraco do lado, enterre o tufo de cabelo e peça para o encosto deixá-lo em paz, faça um corte no dedo e ofereça algumas gotas de sangue para o espírito e diga que descance em paz e tudo vai voltar ao normal.

Sintomas de Possessão Espiritual por Encostos:

Estágio final da influência de encostos. Observe bem os sintomas e previna-se. Todo o cuidado é pouco quanod nao se quer ter a aparência de um ator de O Exorcista.

Estágio final da influência de encostos. Observe bem os sintomas e previna-se. Todo o cuidado é pouco quanod nao se quer ter a aparência de um ator de O Exorcista. Notem a expressão de felicidade e prazer imensuráveis da criança.

- Calafrios;
- Febre;
- Dores no corpo;
- Dor de cabeça;
- Tosse;
- Coriza;
- Espasmos musculares;
- Contaminação por DSTs;
- Falência multipa dos órgãos ou financeira;
- Ódio no coração;
- Rancor excessivo;
- Divórcio;
- Suicídio.
Isso mesmo, parece gripe suína no início, AIDS no meio e maldição de filme de terror no final, mas tenha certeza É ENCOSTO. Ao sentir qualquer um desses sintomas procure o posto de saúde mais próximo por ajuda espiritual. OBS.: Usar máscara não adianta.

Acho que deu para compreender a sistemática da possessão espiritual no viés dos encostos. Espero que isso possa  ajudar a quem precisa se livrar deles ou quer usá-los para sua própria vontade. Por agora é só.

Voltem sempre ao nosso terreiro. Abraço do Macumbeiro.

Karma, Encostos et Vidas Passadas

8 de agosto de 2009 9 comentários

“A pobreza me consome”
Eu mesmo

Esse post vai ser como um programa de casos de família ou da Márcia relato pessoal e vai ajudar você meu caro ameegueenho a entender como as coisas funcionam neste terrível mundo.

Primeiro vamos a algumas definições muito confiáveis da Wikipédia baseadas na minha experiência de vida.

Exemplo de Karma com ênfase ecológica. Provavelmente utlizado por seitar budistas do Greenpeace.

Exemplo de Karma com ênfase ecológica. Provavelmente utlizado por seitas budistas do Greenpeace.

Karma: Castigo divino cumulativo proveniente de vidas passadas (ver conceito logo abaixo) como forma de troco, vingança de Deus, aprendizagem para reconhecer nossas safadesas e putarias nossos atos pecaminosos. Em suma: é uma forma de te castigar enquato você viver porque você foi um cafetão, uma cafetina, Hitler, Alan Kardec, Getúlio Vargas, Karl Marx, Isaac Netwon, a lista de condenados eternos vai longe… uma pessoa má em outra encarnação, ou seja, quando você já praticava suas imoralidades em outra vida.

Encosto rindo de sua vítima, enquanto esta se debate em meio a dívidas, amarrações, entraves da vida e falência financeira e espiritual.

Encosto rindo de sua vítima, enquanto esta se debate em meio a dívidas, amarrações, entraves da vida e falência financeira e espiritual.

Encosto: Ameegueenhos íntimos do Tinhoso (mais conhecidos como seus parentes próximos e sua sogra), ou seja, toda a galëreeenha do mal que não tem nada pra fazer no Inferno e vem te importunar porque sua amiga te odeia, você é viado, você chuta gatinhos na rua, seu pai é alcoolatra, você tem coisas que todo mundo gostaria de ter e/ou tem tudo isso ao mesmo tempo. Na maior parte do tempo conversam com pais-de-santo e macumbeiros em geral e adoram o sofrimento alheio. Podem ser facilmente encaminhados às vítimas por simples rituais (que mais tarde eu posso expor aqui). São também a melhor forma de obter dinheiro de fiéis, sendo os pastores evangélicos os melhores conjuradores de encostos. Podem ser removidos com o simples pagamento do dízimo na IURD mais próxima a você um complexo Ritual de Afastamento de Entidades, com a Rosa da Quebra da Maldição ou mandando-os ir para o Inferno de onde vieram. Cuidado pois são entidades perigosas. São geralmente utilizados para justificar hábitos não saudáveis de indivíduos espertinhos e/ou envangélicos. A maioria possui ligação direta com Edir Macedo.

Exmplo de vida passada de professores de história e barbudos em geral.

Exmplo de vida passada de professores de história e barbudos em geral.

Vida Passada: Vida que sua alma viveu antes de ser quem você é hoje. Frequentemente é esquecida pela própria alma por vergonha de seus atos de lascívia e libidinagem motivos de desenvolvimento espiritual e para impedir que entraves de outra vida venham a atrapalhar essa que você já custa a viver. Pode-se lembrar dela consultando os especialistas no assunto e realizando a Terapia de Regressão a Vidas passadas por um assalto uma quantia simbólica, mas tudo com o objetivo do lucro capitalista selvagem autoconhecimento.

Agora passemos ao barraco relato: fui eu alegre e saltitantemente para o centro de comércio e ponto de encontro da malacolândia shopping com o intuito de adquirir um presente para meu maravilhoso pai, mal sabia eu que minha vida estava sendo obstruida e impedida por entidades da inveja. Vasculhei por um presente nas lojas e julguei melhor comprar amanhã. Logo após decidi comprar algo para comer, fui então ao maldito fast food

Reduto de pessoas mal-pagas e invejosas. Tenha cuidado ao ir comer num lugar desses.

Reduto de pessoas mal-pagas e invejosas. Tenha cuidado ao ir comer num lugar desses.

divinopolitano Bob’s. Eu estava decidio a comprar algo e levar para comer em casa, coma a agradável companhia de minhas irmãs. Pedi um hamburguer Trio Double Cheddar para viagem. Foi nesta hora que senti um frio na espinha, o encosto se apossava de meu destino, então recebo a notícia de que o suporte para a Coca-Cola o refrigerante tinha acabado mas que eles dariam uma sacolinha para que eu pudesse transportá-lo. Porém o encosto continuava a agir, e a demora para arrumar um simples pedido se arrastava. Depois de uma longa espera recebo o pedido na sacolinha do ABC do Bob’s com um pedido de desculpas do funcionário estúpido, incompetente e FDP do estabelecimento. Etapa seguinte: sobreviver a uma viagem de ônibus até em casa. Rumei para o point das sacoleiras das cidades vizinhas e dos atacadistas da indústria têxtil Divishop. Em frente a ele há um ponto de drogas e prostituição ônibus onde uma das linhas que vem para minha casa passa. Cheguei lá às 19:20. Esperei, incansavelmente até as 20:00, quando a desgraça do “Alvorada/Hospital Santa Lúcia” passou. Cansado de esperar, entrei no ônibus aflito, ao sentar coloquei a sacola do fast food na banco do lado e notei que ele havia molhado a cadeira. Só ai liguei a desgraça aos fatos e cheguei a essas conclusões:
- Eu atirei pedra na cruz e acertou na cara de Jesus;
- Eu também preguei chiclete na cruz;
- Eu fui Calígula numa de minhas vidas passadas;
- Eu fui Hitler numa de minhas vidas passadas;
- Alguém lançou um encosto em mim;
- Alguém que sabe que eu ando de ônibus não gosta de mim;
- Foi tudo coincidência;
- Eu dei azar.
Conclusão: cheguei em casa são e salvo. Por enquanto.

Espero que tenham gostado desta pequena crônica da casa assassinada minha vida. Saibam que eu guardo rancor. Por várias vidas. Muitos já sucumbiram perante minha fúria. Por isso fica um conselho: nunca fale com estranhos fique de olho em quem te odeia, eles podem estar te prejudicando mais do que você imagina. =D

É só isso por essa noite. Comentem! Abraço do macumbeiro.

P.S.: “Mantenha os amigos por perto, e os inimigos mais perto ainda.”

Macumba do dia! [1]

7 de agosto de 2009 2 comentários

“A amizade é um amor que não se comunica pelos sentidos.”
Ramón Campoamor

Bem um blog de macumbeiro não é blog de macumbeiro sem uma boa macumbinha de vez em quando. Por isso trago a vocês a primeira macumba* deste blog.:

___________________________________________________

Feitiço para ajudar um(a) amigo(a):

Anjo cuidando dos amigueeenhos!!

Anjo cuidando dos amigueeenhos!!

Você vai precisar de:

- Uma tigela ou qualquer outro tipo de vasilha, pode até ser um copo;
- Uma vela de qualquer cor, mas se possível uma que tenha a cor favorita de seu(sua) amigo(a);
- Água filtrada ou de preferência mineral.

Coloque a vela na vasilha e encha-a de água sem tampar a vela, lógico. Em seguida acenda a vela e mentalize seu(sua) amigo(a) enquanto diz estas palavras:

“Pequeno Anjo venha a mim. Ajude-me a ajudar o meu(minha) amigo(a).
Ajude-o(a) a achar as respotas das questões que estão em sua mente.
Pequeno Anjo venha a mim e a meu(minha) amigo(a) em necessidade.
Pequeno Anjo ajude meu(minha) amigo(a) a achar suas respostas.
Liberte-o(a) da miséria no quela ele se encontra.”

Após ter feito isso pense mais forte em seu(sua) amigo(a) e imagine que uma luz o(a) involve, depois apague a vela e jogue tudo em um jardim.

___________________________________________________

*Na verdade eu apelidei de macumba todo e qualquer tipo de feitiço, cojuração e/ou encantamento, oriundo de qualquer religião, seita, sociedade, etc. Mas não se preocupem, eu acho que não vou colocar Magia Negra aqui… A não ser que peçam muwahahahahaah

Podem fazer que é macumba* do bem viu, faça para ajudar seus ameeegueeenhos em apuros porque o(a) namorado(a) largou eles e não sabem o que fazer, ou para fazer o seu ameeegueeenho parar de fumar, beber, transar por dinheiro, etc. pode confiar que funciona mesmo, senão eu não perderia meu tempo escrevendo isso porque eu sou uma pessoa muito ocupada, ok galëre =)

Acho que é só isso pela manhã pessoal! Abraço do macumbeiro e comentem!

Hello blogosfera!!!

6 de agosto de 2009 2 comentários

“Nada nos deixa mais solitário quanto nossos segredos”
Paul Tournier

Bem este é o meu primeiro post no Blog do Macumbeiro e espero que vocês leitores voltem aqui pelo menos de vez em quando isto se não cansarem de mim antes. Não prometo nada ainda para este blog de muito especial ams prometo que vou tentar postar aqui todos os dias mesmo que niguém leia. Vou começar todo post com uma citação ou frase aleatória qualquer, espero que gostem. A frase de hoje eu tirei do livro A Cabana de Willian P. Young que está vendendo bastante. Eu terminei de lê-lo ontem de manhã e achei uma história profundamente tocante e triste. Há quem diga que não se interessa por livros fantásticos ou que falem de Deus, mas este acho que vai cativar muitas pessoas, quem puder ler eu recomendo. Depois acho que vou fazer alguns posts de análises sobre coisas que já vi e li nesta minha sofrida vida. Por favor comentem o que acharam e o que esperam deste humilde blog e por favor não reparem em meus devaneios. Sinceramente espero que apreciem este blog. Abraço do macumbeiro.

CategoriasUncategorized Tags:
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.